sábado, 11 de agosto de 2012

OS 100 ANOS DE JORGE AMADO



NOSSO BLOG DE AGOSTO,MÊS DE JORGE,O AMADO


AMADO JORGE
Agosto,ao contrário do que diz a tradição,não pode ser um mês tão azarado  assim,pois,neste mês nasceu Jorge Amado.Dia 10,exatamente.
Leonino com todas as qualidades do signo que tem o sol como astro dominante ,Jorge iluminava qualquer ambiente por onde passasse. Jorge era luz!
Não foi por acaso que Jorge nasceu na Bahia; a Bahia mereceu  Jorge,ou melhor,ambos se mereceram e se amaram profundamente.
O escritor levou essa paixão aos quatro cantos do mundo;fez sua terra conhecida,seus costumes e tradições desvendados e despertou no mundo a curiosidade sobre esta terra mística e encantadora que fez nascer homens assim.
Seus personagens são eternos.
Jorge não se considerava um escritor,mas,um contador de estórias e, é sim,um dos maiores do mundo.
Despojado, humano,afável,perambulava pelas ruas de Salvador,reconhecido e aclamado por todas as classes sociais.Suas camisas estampadas e de forte colorido chamavam atenção.
Homem de hábitos  simples,eu o encontrava sempre na Perini Master,sentado no banco da sua praça que o amigo Pepe inaugurou dentro do espaço da loja,enquanto Zélia,azafamada,percorria as gôndolas em busca de temperos especiais para o seu amor.
A primeira vez que o vi e lhe fui apresentada foi na casa de um amigo comum, o pintor Mirabeau Sampaio.Entre as centenas  de  santos barrocos e telas de pintores famosos como Aldemir Martins e painéis de Carybé,trocamos algumas palavras.
Mas,Mirabeau,amigo irmão, me contava vários causos sobre ele.Formavam um trio maravilhoso: Jorge,Mirabeau, Carybé,o argentino mais baiano do mundo.
Trocavam chistes, roubavam santos e sapos  uns dos outros,falavam sacanagens,irreverentes todos eles,línguas despudoradas.Relembravam fatos da juventude,causos de colégio,o Vieira para Mirabeau e Jorge,o cassino Tabaris e os puteiros.Causos de mulheres da vida cheias de calor humano e caridade cristâ que faltam a muitas beatas,como aquela madame dona de castelo na Ladeira da Montanha  que, ao saber da morte de Norma,bem – amada esposa de Mirabeau,presenteou-lhe com uma magnífica coleção de tangos argentinos,para consolar a dor da perda.Tangos que eu ouvi nos fins de tarde enquanto tomava um café e bebia sabedoria baiana  dos lábios do meu amigo.
Jorge completaria 100  anos .
Como os escritores não morrem,ficam encantados,ele e Zélia devem ter comemorado o evento sentados naquele banco da casa do Rio Vermelho,ao lado dos grandes amigos,Mirabeau, Carybé e  Caymmi.
Enquanto a cidade os reverencia,com os dobres dos atabaques,com  a cadencia do samba,com os trejeitos das morenas sestrosas,com as talagadas de cachaça servidas no Pelourinho,onde novos Quincas passeiam e pastoreiam a noite,e no cais onde  outros  Mestre Manoel e o que resta dos saveiros preparam uma moqueca de peixe bem apimentada, pelas ruas e ladeiras da Bahia –pois com certeza sairiam para bebemorar – prostitutas,mestres de saveiros,capitães de areia,gigolôs,travestis,obás,filhas de santo,lhes pedirão a benção.



Abriu-se o coração generoso da Bahia para reverenciar seu filho maior.
Pelas ruas centenárias desta cidade desfilaram todos os seus personagens que são eternos, pois ,ainda habitam e enfeitam as ruas de Salvador,a mais mística e mítica cidade do mundo.
Um dos maiores escritores do século 20,Jorge reverenciou a Bahia e a apresentou ao mundo.
A Bahia,hoje,reverencia jorge amado,nosso maior contador de histórias.

SEUS PERSONAGENS











O AMADO E A BEM - AMADA

JORGE AMADO E ZÉLIA GATTAI










FALANDO NISTO...



A PIMENTA MALAGUETA ESTARÁ ESPALHANDO SEU AROMA NA BIENAL INTERNACIONAL DE SÃO PAULO.
ENTRE OS DIAS 18 E 19 ESTAREMOS NO STAND DA U.B.E,QUE NOS FOI GENTILMENTE CEDIDO PELA GRANDE INSTITUIÇÃO.
NO DIA 18 ESTAREMOS SENDO ENTREVISTADOS PELA WEB RÁDIO SOL.
VENHAM NOS VISITAR,CONHEÇAM NOSSOS LIVROS E LEVEM UM BRINDE.



todos lá!


'té mais!






6 comentários:

  1. Linda sua homenagem ao Amado Jorge.
    Justa todas as homenagens que se apresentam a este mestre dos contos.
    Lembro, que li tanto Jorge,que quando vim para a Bahia,sentia que ja tinha vindo antes.
    Desejo sucessos na Bienal amiga.
    Bom fim de semana e meu abraço carinhoso.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  2. Grande autor brasileiro! Uma bela e merecida homenagem, amiga!
    Beijos meus!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amiga,os bons autores jamais deveriam ser esquecidos.
      bjs

      Excluir
  3. Grande Toninho! Vc e a Bahia se completam.
    bjks

    ResponderExcluir
  4. Oi Toninho, vc disse tudo ou quase tudo sobre Jorge Amado o primeiro livro que lí do Jorge foi o maravilhoso Mar MORTO escondido na época não ficava bem uma moça lê as suas obras , mais tarde ganhei a coleção toda de uma sra. que ia ser crente.Tem noite que assisto Gabriela, quando não passa muito tarde. Gosto também dos livros da Zélia . meu amigo, muito boa o seu comentário sobre Jorge Amado, Parabéns!! Abraços Celina

    ResponderExcluir
  5. A ESCRITORA MIRAM DE SALES OLIVEIRA , OS MEUS PARABÉNS E DESEJO SUCESSO NA BIENAL EM SÃO PAULO. ABRAÇOS CELINA

    ResponderExcluir